Paz

Viver a paz

Dê aos outros o que você quer recebe dos outros. 

Quando você busca a felicidade sem ter paz com Deus, consigo mesmo e com os outros, nunca conseguirá ser felizes.  

Se você vive cheio de rancor, inveja, egoísmo, soberba e ressentimentos nunca encontrará a paz. Para viver em paz tem que se livrar de tudo que é negativo em sua vida. Quando você deixar de buscar a felicidade só para si mesmo sem se importar com os demais, você a encontrará através dos outros. Não viva para ser feliz … viva para fazer feliz. 

Você deve desfrutar o amanhecer, a chuva, os dias de sol … a saúde e a vida. Mas se você se prender ao que é negativo não poderá apreciar, viver ou gozar tudo o que é positivo que se encontra ao seu redor. 

Existem muitas pessoas com incontáveis riquezas materiais (dinheiro, prazeres e poder), luxos, comodidades etc. E são infelizes porque não vivem em paz. 

A paz é o fruto do perdão. Tem que se buscar o perdão de Deus. Tem que se perdoar a si mesmo. Tem que perdoar aos outros. Ninguém nunca terá a autoridade de julgar e condenar ninguém, isso só pertence a Deus. 

Muitas pessoas tem somente a quarta parte do que você e eu temos, e vivem em paz … isso não quer dizer que sejam conformistas  Mas, na verdade, são realistas, responsáveis e maduras. 

Quantas pessoas não aproveitam nem o tempo que tem e nem sua vida direito, ao buscar e desgastar-se obsessivamente por escalar postos importantes e conseguir o poder. E não vivem paz. São cheias de ressentimentos e amargura porque veem que tem pessoas que tem mais do que elas.  

Não se esqueça que: nada trazemos e nada levaremos deste mundo, a não ser as boas ou as más ações e os sentimentos. O material é supérfluo. 

Quantas pessoas passam a vida buscando e lutando para alcançar algo que está fora de seu alcance, e chegam na velhice, insatisfeitos, frustrados e amargurados? 

O remorso, o arrependimento de não ter feito o que se devia fazer no momento certo provoca dor, ao ponto de não se perdoar a si mesmo, e, por consequência, viverá com a amargura e com o vazio existencial. 

O remorso, o sentimento de culpa, trará inquietude e intranquilidade, e vai pesar na consciência por uma omissão passada que já não se pode ressarcir. O ressentimento, o arrependimento e o remorso lhe farão danos a si mesmo. 

Agora é o momento de você se reconciliar-se, conseguir para si mesmo o estado de tranquilidade e de paz interior, com Deus e com aqueles que lhe rodeiam. 

E quando você decidir viver em paz, então gozará e viverá todas as bênçãos, encontrará sentido para a tua vida e desfrutará da visão, do ouvido, do tato, do paladar e do olfato. E, então, se afastará de você a depressão, a angústia e a infelicidade. 

Não espere os outros mudarem. A mudança começa no seu interior (do seu coração), de dentro para fora. 

Quando você se fecha em sim mesmo e culpa os outros da sua infelicidade e da falta de paz. Quando você se torna negativo a vida que é parte de você, se fecha consigo mesmo e se torna negativa, obscura e difícil. Tudo se volta contra você. 

A humildade é o reflexo da grandeza do coração e da riqueza de teus sentimentos. (Autor anônimo) 

Obrigado pelo seu comentário!