Immanuel Kant

Como se posicionaria Kant acerca da morte de George Floyd?

por Cátia Silva

Immanuel Kant
Immanuel Kant

Como sabemos, a ética de Kant baseia-se em princípios rigorosos que não admitem exceções em função dos interesses de cada um, por isso parte do princípio de que há regras que têm valor por si mesmas, independentemente das suas consequências, por isso estas regras são intrinsecamente boas. Para Kant, devemos agir por puro respeito ao dever e não com intuito de atingir esta ou aquela finalidade. Assim o que toma uma ação boa é a intenção de cumprir o dever; e este último designa por respeito à lei. Matar, enganar, roubar, prejudicar outrem, são exemplos de ações contrárias ao dever e, como tal, destituídas de qualquer valor moral.

Mas…

O que pensaria Kant acerca do caso George Floyd?

Esta é uma boa questão e de fácil resposta para o filósofo de Königsberg, pelo que se fosse confrontado com este caso imediatamente o repudiaria sem hesitar. não é admissível para Kant sob circunstância alguma que se roube a vida de alguém, é uma ação contra o dever.

<p> A intenção do polícia ao manietar Floyd foi repor a autoridade e sancionar um comportamento faltoso, porém, fê-lo desrespeitando a dignidade de George, tornando-se o ato de lhe cortar a respiração pela força do seu joelho um ato ignóbil e moralmente condenável aos olhos de Kant. Assim, mais do que nunca, é imperioso recuperarmos para que ela não caia no esquecimento, a célebre fórmula da humanidade – Age de tal maneira que trates a humanidade, tanto na tua pessoa como na pessoa de qualquer outra, sempre e simultaneamente como um fim em si e nunca simplesmente como meio.

——————–

FONTE: SILVA, Cátia. Como se posicionaria Kant acerca da morte de George Floyd? In. Diário do Aveiro. Aveiro (Portugal): FIG, 27/06/2020, ano 36, n. 11739, pág. 17. (Fala o leitor)

Obrigado pelo seu comentário!